LU.jpg
1 - 03 - Copia (2) (FILEminimizer).JPG
8 - 14 (FILEminimizer).JPG
5 - 09 (FILEminimizer).JPG
7 - 13 (FILEminimizer).JPG

 

A artista Lucy Lucas da Silva Chiata, mais conhecida por Lu Chiata, nasceu no dia 7 de agosto de 1965, em Guarulhos, e cresceu cercada por mulheres habilidosas no trabalho com as mãos, que pintavam, costuravam e produziam delicadas peças com bordado, crochê e tricô.

Casada há 20 anos, Lu Chiata é mãe de cinco filhos homens: Felipe de 26, Gabriel de 25, Vinícius de 21, Victor Luiz de 19 e Pedro Francisco de 17 anos.

Lu Chiata já foi metalúrgica, funcionária pública estadual, municipal e psicóloga clínica.

“Durante 17 anos, eu fiz bicos de artesã”, brinca.

Isso só mudou após sua mudança para a cidade de Caraguatatuba, em 2002.

Ela abandonou a vida na cidade grande em busca de qualidade de vida.

Já morando no Litoral Norte, ela fez o curso para aprender a fazer panelas de barro na extinta Cooperartess (Cooperativa de Artesanato de São Sebastião) e tomou gosto pela cerâmica.

Com a assessoria do artista plástico e ceramista, Maurício San, ela construiu um forno a gás em sua casa, onde passou a diversificar seus trabalhos e a se dedicar a criação de esculturas.

Antes de fixar residência definitiva em Caraguá, Lu Chiata morou em São José dos Campos e Caçapava.

Nesta última cidade, junto com outros artesãos, ela fundou a associação Arte Nossa, da qual participa ainda hoje.

Mas, o coração da artesã bate mais forte por Caraguatatuba, onde ela vive em uma chácara cercada por plantas e árvores frutíferas, renova a energia em contato com o mar e deixa fluir o seu lado criativo.

Atualmente, Lu Chiata faz parte do Grupo Ubuntu, com outros ceramistas da cidade. 

“Sou terra... e o trabalho com o barro é parte de minha identidade, materializa minhas interpretações do mundo, acalma, equilibra, centra! Sou apaixonada pelo que faço e divido este prazer com os amigos do grupo Ubuntu, onde unimos força para realizar e fazer a diferença”, conta.

A artesã já apresentou as suas peças em diversas exposições, a que mais a marcou foi  "Origens - Caiçaras", que fez com o Grupo Ubuntu, pelo envolvimento, aprofundamento, parceria, beleza e agradecimento ao povo e terra caiçara.

O sonho de Lu Chiata é ver o Litoral Norte se transformar em um polo de cerâmica e trabalhar, aprofundar os seus estudos e laços, desenvolver trabalhos sociais profissionalizantes e terapêuticos e fazer tudo de bonito que puder!

Meu sonho é, contribuir para tonar o litoral norte um polo de cerâmica, trabalhar, aprofundar meus estudos e laços, desenvolver trabalhos sociais profissionalizantes e terapêuticos e fazer tudo de bonito que eu puder! kkkkkk

Outro aspecto do meu trabalho que gosto muito,  é poder ilustrar através da cerâmica, a herança africana na cultura, religiosidade e história brasileira,  enquanto um reconhecimento de dignidade e orgulho.  O que vem de encontro a minha religião, o Candomblé, de conceitos tão pouco conhecidos e consequentemente discriminado. Possuo ainda, especial carinho pela manifestação da fé popular, demonstrada na devoção pura e simples de pessoas aos principais santos católicos, que retrato em meu trabalho e o Divino Espirito Santo, confeccionado por mim como símbolo da espiritualidade.

 

Contato

 

 

 

Dúvidas, sugestões ou elogios? Entre em contato com a gente!

 

(11) 3588-9169

contato@encantes.com.br